Adenomiose: O que é, causas, é câncer? Engorda? Tratamentos e mais!

0
1099

Nós mulheres sempre devemos estar atentas a sinais diferentes que ocorram durante o ciclo menstrual, como excesso de dores e aumento do fluxo repentino. Isso pode acontecer por conta de anormalidades na estrutura do útero, como é o caso da adenomiose. Entenda melhor sobre esta doença, desde sintomas a tratamentos a seguir.

Adenomiose

O que é adenomiose?

Adenomiose é uma doença benigna em que ocorre um espessamento das paredes do útero, causada pela invasão de tecido do endométrio na parte muscular que forma o útero, o miométrio.

útero com Adenomiose

Muitas mulheres têm essa condição, mas nunca manifestaram sintomas, mas quanto às que sentem, pode ser bem doloroso, preocupante e tornar os períodos menstruais mais complicados que o normal.

Causas da adenomiose

Não existem causas definitivas para a ocorrência da adenomiose, mas ela é mais comumente associada a mulheres que sofreram traumas de diferentes tipos no útero, como alguma cirurgia, tratamento ginecológico, várias gravidezes, parto cesariano, dentre outros.

Além disso, a adenomiose pode surgir como um sintoma de outra condição de saúde, como dismenorreia ou hemorragia no útero, sendo estas situações mais complicadas de diagnosticar.

Sintomas da adenomiose

No geral, a adenomiose não causa sintomas, mas podem surgir das seguintes formas:

  • Inchaço na barriga;
  • Cólicas mais fortes que o comum durante a menstruação;
  • Aumento da quantidade de sangue na menstruação;
  • Aumento da duração do tempo menstrual;
  • Dores durante relações íntimas;
  • Problemas intestinais, como prisão de ventre e dor ao evacuar;
  • Em casos graves, infertilidade.

Adenomiose incha a barriga? Causa útero aumentado?

Esta doença causa um enchimento na parte inferior da barriga por causa da invasão de tecido endometrial na região muscular do útero, o que causa um aumento do órgão como um todo. Essa condição causa o inchaço.

Adenomiose engorda?

Não engorda, e sim incha a barriga, como explicamos acima, devido á invasão do tecido na camada muscular do útero.

Diagnóstico de adenomiose

A adenomiose somente pode ser confirmada através de análise de sintomas com um médico e pelos exames de ultrassom transvaginal e/ou ressonância magnética. A partir dos sintomas no útero, o médico pode definir qual o tipo da adenomiose da paciente e assim prescrever o melhor tratamento.

Ultrassom para adenomiose

A forma mais comum de diagnosticar a adenomiose é fazendo ultrassom transvaginal, método de imagem para investigação do órgão. Dentre os possíveis sinais que podem surgir no útero indicando a doença podemos citar:

  • Cistos miometriais.
  • Aumento do volume uterino.
  • Espessura miometrial assimétrica (não causada por miomas).
  • Textura miometrial heterogênea.
  • Estrias miometriais hipoecóicas: faixas de sombra acústica paralelas.
  • Linhas hiperecogênicas sub endometriais: finas linhas hiperecogênicas estendendo-se do endométrio para o miométrio.
  • Ilhas hiperecogênicas miometriais.
  • Junção endométrio-miométrio irregular ou indistinta.
  • Espessamento ou interrupção do halo subendometrial.
  • Adenomioma: nódulo miometrial heterogêneo e mal definido.
  • Distribuição irregular dos vasos sanguíneos no interior de uma lesão miometrial.

Fonte: Dr. Pixel.

Diferença entre adenomiose e endometriose

Essa dúvida é muito comum, pois ambas as condições representam deformidades no útero. Enquanto que na adenomiose ocorre a invasão do endométrio no miométrio, na endometriose o endométrio cresce fora da área do útero, com tecido endometrial crescendo em outros locais do corpo, como ovários, parte de trás do útero, intestino, dentre outros.

endometriose

 

São condições diferentes, mas têm em comum o aumento de chance de infertilidade na mulher, portanto ambas exigem tratamento eficiente.

Adenomiose pode virar câncer?

Não, a adenomiose não é um tipo de câncer nem pode virar um câncer. Mas isso não justifica que não possa virar uma condição grave, afinal pode evoluir para dores terríveis e sangramentos fortes durante a menstruação, além de colocar a mulher em risco de ficar em infértil.

Adenomiose e gravidez

Apesar de comprometer a estrutura do útero, a adenomiose não impede caso a mulher deseje engravidar. A concepção do bebê fica mais difícil sim, mas não é um motivo direto para a infertilidade, apenas em casos graves de negligência de tratamento.

Sendo assim, caso a gravidez seja um objetivo da mulher, isso deve ser comunicado ao médico e o tratamento adaptado a esse desejo.

Tratamentos para adenomiose

  • Para as dores e inflamações durante a menstruação, o médico indica anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou Cetoprofeno.
  • Para controle hormonal, métodos anticoncepcionais com progesterona, ou anel vaginal, DIU, implantes, entre outros.
  • Cirurgia de remoção parcial do útero, respectiva à parte em excesso;
  • Cirurgia de remoção completa do útero, indicada somente com ineficácia dos medicamentos ou outros métodos de tratamento.
Adenomiose: O que é, causas, é câncer? Engorda? Tratamentos e mais!
3 (60%) 1 vote

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here