Alopecia: O que é, sintomas, causas, tratamento caseiro, tem cura?

0
2126

Você está sofrendo de forte queda de cabelo? Pode ser que você tenha alopecia! Continue na leitura para saber mais sobre esta condição que afeta muitas pessoas, homens ou mulheres, de forma genética ou a partir de alguma causa específica.Alopecia

O que é alopecia?

Alopecia é uma doença que acarreta na rápida e repentina perda de cabelos, não apenas da cabeça como também de outras partes do corpo. Não é como a queda normal de cabelos no dia a dia, que são cerca de 100 fios diários, e sim quedas em altas quantidades, possibilitando ver o couro cabeludo ou a parte da pele abaixo dos pêlos.

São alguns sinais de alopecia: Encontrar muitos fios de cabelo no travesseiro quando acorda, ou quando lava ou penteia os cabelos; até mesmo quando se passa a mão nos fios e muitos vêm na mão. Felizmente, é uma doença tratável e suas causas são identificáveis.

Sintomas da alopecia

Dentre os principais sintomas que sinalizam a alopecia estão:

  • Queda parcial ou total repentina e rápida dos cabelos;
  • Sensação de queimação ou coceira na região da perda;
  • Regiões comuns que sofrem alopecia: couro cabeludo, barba, sobrancelhas, braços e pernas;
  • Nos pontos de queda, a região fica lisa e forma uma área arredondada;
  • Também pode ficar uma coloração rósea;
  • Também pode alterar a aparência e saúde das unhas, formando pequenos furinhos na superfície delas;
  • A alopecia pode ser o sintoma e manifestação de outra doença, como as autoimunes lúpus, vitiligo e tireoidite.

Causas da alopecia

Dentre as principais causas que manifestam a alopecia estão:

  • Micose no couro cabeludo ou em outras partes do corpo com pêlos;
  • Uso de medicamentos que possuem queda de cabelo como efeito colateral;
  • Uso de produtos químicos estéticos de forma inadequada, como algum descolorante de fios usado num tempo acima do limite;
  • Fatores emocionais como estresse;
  • Reações hormonais, em homens ou mulheres; situações pós-parto podem induzir à queda de cabelo;
  • Doenças autoimunes como o lúpus eritematoso sistêmico;
  • Alguns tipos de câncer induzem queda de cabelo, como o câncer de pele;
  • Alguns tratamentos contra câncer também podem provocar queda de cabelo, como a maioria das quimioterapias;
  • Outras doenças como hipotireoidismo, hipertireoidismo, sífilis secundária ou líquen plano;
  • Deficiências de proteínas, ferro, biotina e zinco.

Tipos de alopecia

Vimos acima algumas condições possíveis que provocam alopecia no indivíduo; a partir dos sintomas e do histórico familiar e de vida do indivíduo, podemos definir qual o tipo da sua alopecia. Confira abaixo alguns dos principais tipos:

Alopecia androgenética

Este é o tipo de alopecia mais conhecido e comum entre as pessoas, que nada mais é do que a calvície comum. É uma condição hereditária, que afeta principalmente os homens e também algumas mulheres.

Normalmente, surge na adolescência ou juventude apresentando perda de cabelo aos poucos, mas também se manifesta de uma vez na fase adulta com maior impacto. Acontece com a redução dos folículos que nascem o couro cabeludo, que vão diminuindo até parar a produção dos fios no local.Alopecia androgenética

Alopecia areata

De causa desconhecida, a alopecia areata apresenta-se formando círculos redondos no couro cabeludo ou em outras zonas do corpo. Muitos médicos e estudos associam essa perda capilar com o estresse, podendo aparecer em homens e mulheres de qualquer idade.

Estima-se que 1 a cada 1.000 pessoas manifestam esse tipo de alopecia. Pode até mesmo afetar a calvície comum, agravando o estágio da condição. Muitos casos são temporários e os cabelos voltam a crescer normalmente depois da crise; e a pessoa ainda tem a opção de fazer micro-transplante capilar com finalidades estéticas.Alopecia areata

Alopecia difusa (eflúvio telogênico crônico)

É uma condição de perda capilar de forma aguda e progressiva após doenças crônicas ou febris, como também outras situações de partos complicados e estresse emocional. Os cabelos caem facilmente, mas não produzem calvície total. Doenças endócrinas, transtornos hormonais, falhas metabólicas e carências nutricionais também são possíveis causas.Alopecia difusa

Alopecia Seborréica

Existem glândulas que protegem nosso couro cabeludo com uma capa de gordura saudável. Porém, algumas circunstâncias afetam essas glândulas, aumentando a produção de gordura além do normal, e esse excesso faz o cabelo perder sua força e volume.

Além disso, irritações e coceiras ocorrem na pele da região afetada, como também ocorrência de  caspa e queda de cabelo. Transtornos hormonais, estresse, ansiedade, dietas ricas em gorduras e uso de errado de produtos capilares também são possíveis causas.Alopecia Seborréica

Alopecia Cicatricial

É uma condição irreversível da perda capilar, pois causa alguma má formação ou ruptura total da base do folículo capilar; pode ser total ou parcial. Costumam ocorrer após doenças infecciosas, a partir de agentes químicos na área, tumores, dermatoses, doenças hereditárias, dentre outras síndromes.Alopecia Cicatricial

Regiões afetadas da alopecia

Confira abaixo algumas formas de manifestação da alopecia em diferentes regiões:

Alopecia na cabeça (couro cabeludo):

Alopecia couro cabeludo

Alopecia na barba:

Alopecia na barba

Alopecia na sobrancelha:

Alopecia na sobrancelha

Alopecia tem cura?

Como vimos anteriormente, existem vários tipos de alopecia, portanto existem diferentes formas de tratar e buscar a cura. Alguns tipos têm cura, outros não. Quanto antes você combater e tratar a condição específica que causa a alopecia, mais rápido você evita consequências irreversíveis.

Como evitar alopecia?

São algumas dicas básicas de cuidados pessoais para não desenvolver de forma natural, não por doença, a alopecia:

  • Lave os cabelos pelo menos 2x por semana com produtos específicos para sua saúde do couro e dos fios;
  • Enxague bem os cabelos tirando bem os produtos aplicados na lavagem; isso evita queda de cabelo e oleosidade;
  • Evite dormir ou prender os cabelos ainda molhados ou úmidos, pois isso causa danos na raiz;
  • Tenha uma alimentação rica em vitaminas e minerais, cuidando da saúde da estrutura capilar de dentro para fora.

Tratamentos para alopecia

O primeiro passo é identificar qual tipo de alopecia você desenvolveu e em seguida buscar o tratamento correspondente.

Existem medicamentos como o Finasterida, que trata perda de cabelo masculino; injeções com corticoides também são possíveis tratamentos; pomadas como Anthralin tratam doenças no couro cabeludo; assim como outros casos que necessitam de opções cirúrgicas com transplantes foliculares, por exemplo.

Não pratique a automedicação.Tratamentos para alopecia

Tratamentos caseiros para alopecia

Além dos métodos medicinais, existem métodos caseiros que podem te ajudar com a alopecia. Nenhum deles traz certeza de soluções a longo prazo, mas podem ajudar de forma temporária antes de algum tratamento médico, por exemplo. Não deixe de ir ao médico! São alguns tratamentos caseiros contra alopecia:

Agrião: Tem efeito reparador no cabelo graças ao zinco e biotina em sua composição; sendo assim, utilize agrião esmagado sobre o cabelo e faça uma massagem por alguns minutos.

Manjericão: Também faz bem para ativar o couro cabeludo; sendo assim, faça uma loção dele com água e aplique diariamente, massageando a região.

Cebola: O alimento ajuda a reduzir a perda de cabelo reativando a circulação sanguínea local; sendo assim, faça um suco concentrado de cebola e água e massageie a área por alguns minutos.

Alopecia: O que é, sintomas, causas, tratamento caseiro, tem cura?
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here