Anabolizante para emagrecer: Funciona mesmo? Tem riscos?

0
68

O uso mais comum dos anabolizantes mais conhecidos popularmente é destinado ao ganho de força e massa muscular, como por exemplo o GH o Hormônio do Crescimento, mas não é verdade?

Mas para atender diferentes demandas, o mercado dos anabolizantes também passou a comercializar produtos destinados à queima de gordura corporal.

Anabolizante para emagrecer

Já ouviu falar nos anabolizantes para emagrecer? É uma categoria de produtos que está cada vez mais famosa entre as pessoas, principalmente mulheres que buscam emagrecimento junto com a musculação. Saiba mais sobre anabolizantes para emagrecer a seguir!

Existem anabolizantes para emagrecer?

É um erro dizer que existem produtos destinados apenas ao emagrecimento, e sim alguns tipos comuns de anabolizantes que auxiliam numa queima de gordura maior quando comparado a outros.

Isso se dá porque com o ganho de massa muscular, a pessoa tende a queimar gordura com maior eficiência devido a uma elevação do metabolismo, afinal os tecidos dos músculos consomem mais energia do corpo para crescerem.

Portanto o efeito de emagrecimento surge a partir disso. Alguns dos mais conhecidos que causam esse efeito são: Stanozolol, Oxandrolona, Primobolan, Trembolona e Boldenona.

Anabolizante para emagrecer funciona mesmo?

Se a pessoa tem uma rotina de vida saudável, com uma dieta balanceada focada mais em proteínas do que gorduras, e ainda mantém regulares os exercícios de musculação, o anabolizante usado para estimular o emagrecimento vai funcionar certamente.

Ao mesmo tempo que ele aumenta os níveis de testosterona no corpo, o metabolismo se eleva, e em conciliação com boa alimentação e muita musculação, os músculos tendem a crescer, ficar mais evidentes e os percentuais de gordura caírem cada vez mais.

Essa definição muscular aliada à perda de gordura é chamada de ganho seco, evidenciando os tão desejados músculos “trincados”.

Quais os riscos de usar anabolizantes para emagrecer?

Um dos mais temidos riscos desses anabolizantes é o efeito rebote no fim do ciclo. Após o ciclo terminar, os hormônios estão severamente alterados e isso causa uma queda na sua produção hormonal natural.

Essa oscilação hormonal, principalmente com a queda dos níveis de testosterona ao parar de tomar o anabolizante, faz com que o corpo crie um maior acúmulo de gordura, até maior do que era antes de você tomar.

Sendo assim, para evitar essas oscilações hormonais, recomenda-se tomar as doses ideais durante os ciclos e garantir uma boa terapia pós-ciclo, a qual mantém os ganhos, evita acúmulo de gordura novamente e ainda trata outros possíveis efeitos colaterais.

E é essencial também manter-se na dieta de perda de peso! Caso contrário, toda a gordura perdida se acumulará novamente facilmente.

Alternativa para anabolizantes para emagrecer

Muitos médicos e outros profissionais de educação física recomendam que as pessoas que buscam meios de emagrecer através de suplementação busquem produtos termogênicos, e não anabolizantes com essa finalidade de emagrecimento.

Termogênicos podem ser desde alimentos naturais como café ou pimenta a produtos artificiais, com efeito energético, a fim de turbinar o metabolismo.

Assim é uma opção para turbinar nos exercícios, emagrecer de forma saudável e ainda não sofrer qualquer tipo de alteração hormonal.

Tire suas dúvidas com um médico antes de sair usando qualquer anabolizante com promessa para emagrecimento.

Anabolizante para emagrecer: Funciona mesmo? Tem riscos?
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here