Azia: Causas, sintomas, na gravidez, alimentos que causam, remédios caseiros

0
95

Hoje vamos falar daquela sensação de queimação chata que muita gente sente na área do estômago ou esôfago, se irradiando até para outras áreas. Será que você anda comendo algo que piora isso? E tratamentos, quais são? Descubra essas e outras respostas aqui com a gente.azia

Causas da azia

A azia é um tipo de manifestação de defesa do seu organismo e pode ter inúmeras causas, apontando que algo não está normal com seu sistema digestivo. É causada pelo refluxo de ácido gástrico, que digere os alimentos, como se fosse voltar do estômago para a boca, e isso acontece pelo mau funcionamento de uma válvula chamada esfíncter, causada por algum motivo específico que reaja assim ou algum outro problema mais grave.

As causas mais comuns se referem ao uso de medicamentos, como sedativos, antidepressivos, bloqueadores dos canais de cálcio, entre outros; outra causa comum é referente ao emocional da pessoa, sendo ligada diretamente ao estresse do dia a dia e ansiedades; pode ser também que o tecido atingido pela azia esteja frágil.

Características de saúde debilitada, como imunidade baixa ou excesso de peso, também podem ser causa para essa queimação; usar roupas apertadas, fumar após refeições, deitar de estômago cheio, ter uma alimentação com alto teor de gorduras e ácidos, ingerir bastante cafeína ou bebidas com gases e consumir bebidas alcoólicas também podem causar azia; problemas

Sintomas

A azia pode ser sentida de formas ocasionais ou frequentes, depende da saúde, qualidade de vida e hábitos da pessoa. O principal sintoma é a sensação de queimação na área do esôfago e boca do estômago, podendo se alastrar pelo peito, pescoço e garganta, variando de intensidade ao longo da sensação. Dores no estômago, regurgitação, gosto amargo na boca, sensação de estar cheio e náuseas também são sintomas comuns.

Azia na gravidez

A azia também pode ser um sinal de mudanças físicas e hormonais no corpo, portanto é bastante comum que mulheres grávidas relatem mais casos de azia, principalmente se já sentiam anteriormente. Os sintomas são os mesmos, de sensação de queimação à gosto amargo na boca.

Na gravidez, a mulher produz mais a progesterona; esse hormônio não atua somente nos músculos do útero, como também relaxa a válvula esfíncter, fazendo com que o suco gástrico possa ter refluxo, como explicamos anteriormente.

Esse hormônio também diminui as contrações naturais de digestão do estômago, o que acaba por afetar os processos digestivos como um todo, tendendo a causar azia. Então saiba que não é nada incomum ter azia durante a gravidez, basta conversar com o médico para lidar com isso com um tratamento leve em paralelo aos cuidados durante a gestação.

Alimentos que causam azia

Certos alimentos e bebidas podem aumentar as chances de você ter azia. São alguns: álcool, alimentos apimentados, chocolate, café, alimentos ricos em gorduras, frituras, mostarda, ketchup ou molho de tomate, cebola, sucos cítricos (laranja, limão ou acerola), refrigerantes, vinagre, etc. Comece a notar se quando você come algum desses alimentos a sua azia não se manifesta, assim basta controlar o consumo e se prevenir.Alimentos que causam azia

Procure também fazer refeições nos horários certos e também não comer em excesso, pois passar muito tempo sem comer, em jejum, aumenta chances de azia, e muito alimento ingerido de uma vez faz com que o estômago trabalhe em excesso e sofra azia.

Tratamentos

Além de ter cuidados com o que come, outros tratamentos e novos hábitos em paralelo podem ser indicados ao paciente que relata muitos casos de azia. O ideal é buscar a ajuda de um médico para saber ao exato as causas da sua azia, e para descobrir isso, uma série de perguntas sobre sua vida, medicamentos que consome e sobre sua alimentação serão feitas, assim como também serão solicitados exames.

Serão solicitados exames que observem os aparelhos gastrointestinais, como o de esõfago gastroduodenoscopia ou motilidade esofágica. Com base nos resultados, o médico poderá lhe indicar medicamentos para redução da acidez ou até mesmo, em casos mais graves e urgentes, recomendar uma cirurgia, depende de cada caso. Apenas não deixe que sua azia piore para buscar ajuda médica.

Medicamentos

Somente um médico pode lhe dizer qual o melhor remédio para seu caso, variando de dosagem e duração do tratamento. Para conhecimento, são alguns dos remédios mais comumente indicados: Antidin, Cimetidina, Domperidona, Esomeprazol Magnésio, Motilium, Nexium, Omeprazol, Estomazil, etc. Não se automedique, pode piorar seu caso ou nem ser necessário. Busque ajuda médica!

Remédios caseiros

Para alívios mais imediatos, algumas soluções caseiras podem ajudar bastante, não em busca da cura, e sim de uma “pausa” na queimação, neutralizando a sensação. São alguns “remédios” caseiros para diminuir azia: água com limão pela manhã; suco de aloe vera; água com bicarbonato de sódio; vinagre de maçã; banana e maçã antes de dormir; camomila; e até mascar chiclete depois da refeição para ajudar na digestão.

Chás para azia

Outras soluções caseiras para o caso da azia é o alívio através de chás, que são excelentes opções, naturais, saudáveis e baratinhas, que podem ajudar no menor consumo de remédios. Como o chá de boldo, por exemplo, que é excelente para quem exagerou em comidas gordurosas; e o chá de gengibre, que ajuda a acalmar qualquer inflamação no organismo, neutralizando a sensação da azia.

cha de boldo
Chá de boldo.

Chá de erva-doce também pode ser útil, pois possui propriedades calmantes no sistema digestivo; o mesmo vale para o chá de batata, cuja casca trata até casos de úlcera; chá de hortelã também, pois atinge a válvula e ajuda no seu controle; assim como esses já citados, chás de espinheira-santa e erva-cidreira também servem de tratamento para azia. E aí, já sabe qual vai tomar hoje?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here