Dor nas pernas: Conheça As Principais Causas e os Tratamentos

0
150

Você vem sentindo dor nas pernas? Saiba que é importante saber o motivo dessas dores a fim de melhorar sua qualidade de vida e também evitar possíveis complicações. Continue lendo e saiba mais!

Dor nas pernas

Entendendo a dor nas pernas

É considerado dor nas pernas quaisquer dores ou incômodos nessa região do quadris, coxas, joelhos, panturrilhas, tornozelos e pés, que deixe desconfortável, limite ou impeça movimentos. Os sintomas podem ir de cãibras, espasmos, mancadas ou dores pulsantes mais fortes. Pode estar relacionado a excesso de esforço físico, reflexo de doenças sistêmicas ou dores provenientes de lesões ou traumatismos.

As dores podem ser agudas (temporárias) ou crônicas (de longo prazo) e podem ser classificadas como dores afiadas, entorpecimento, formigamento, ardor e assim vai. Qualquer pessoa pode sentir dores nas pernas, porém a tendência é ser mais frequente de acordo com o envelhecimento.

Origem das dores nas pernas

As dores nas pernas podem ser provenientes de diferentes sistemas e partes do corpo. Confira:

  • Origem ortopédica ou reumatológica: Causam dores latentes, queimações ou cãibras. Costumam melhorar com repouso quando não existe inflamação ou fratura óssea.
  • Origem neurológica: Manifesta-se com formigamentos, dormências, queimação, choques, sensação de calor ou frio na região. Geralmente é um sintoma de algum problema deste sistema.
  • Origem de doenças de pele: Pontadas, ardores ou latejamento.
  • Origem circulatória: Ligadas a exercícios físicos, como caminhadas, caracterizando também cansaço muscular. Costuma melhorar com repouso. Em casos extremos de varizes inflamadas, é necessário cirurgia.Origem das dores nas pernas

O que pode ser dor nas pernas?

São inúmeras as possibilidades de causas para dores nas pernas. O que ajuda no diagnóstico é a região afetada, tipos de sintomas, tendências genéticas, seus hábitos e sua saúde no geral. Confira abaixo as principais causas e note se você se identifica com algum sintoma para relatar ao seu médico:

– Neuropatias: Algumas doenças geram sintomas de dores nos nervos periféricos que passam pelas pernas, como a diabetes, por exemplo; os nervos também são afetados por questões hereditárias ou deficiências nutricionais. Outros sintomas podem surgir como cansaço muscular, perda de força e até a dor ciática, que é a inflamação do nervo ciático ao longo de toda a perna.

– Exercícios físicos intensos: Desde uma simples cãibra a uma lesão ou distensão, as dores nas pernas podem corresponder à alta quantidade de exercícios físicos ou à prática errada desses. A falta de exercícios também pode ser um motivo para dor nas pernas, provocando enfraquecimento muscular e perda de força.

– Dores nas articulações: Inflamações nas articulações como tendinites ou bursites causam também dores locais, sendo com maior frequência no quadril, joelhos e tornozelos.

– Problemas de circulação sanguínea: Mais comuns em pessoas com idade acima de 40 anos. Podem se manifestar em pequenos vasinhos ou inflamadas varizes, as quais provocam mais dores.

– Dores na coluna: Tais dores podem irradiar para as pernas com a compressão de determinados nervos, como acontece na formação de hérnia de disco ou tumores, por exemplo. A dor é na coluna, porém reflete nas pernas também.

– Dores traumáticas: Fraturas ósseas, batidas, hemorragias, impacto de quedas, ou de esportes, movimentos bruscos, dentre outros. Atingem na maioria das vezes a parte interna da coxa ou panturrilha, com aquela sensação de “repuxamento”.

– Outros casos: Síndrome da perna inquieta, casos extremos de estresse emocional, trombose venosa profunda, doenças arteriais, entre outros.

Essas são apenas algumas das possíveis e mais comuns causas da sua dor nas pernas. Em caso de qualquer outro sintoma ou persistência de dor, consulte um médico o mais breve possível.dores nas pernas

Tratamento para dor nas pernas

Em casos de dores por muito tempo de movimentação com longas caminhadas ou também posições erradas ao sentar ou andar, procure repousar, tomar algum anti-inflamatório prescrito e descansar. Lembre-se de que qualquer exercício repetitivo exige também descanso, caso contrário você fica sem força e pique para continuar nos outros dias, concorda?

Quanto a outros tipos de dores, dependendo da gravidade e das recomendações médicas, pode ser necessário a prática de fisioterapia ou até de cirurgias. O importante é você se cuidar, perceber a constância e evolução das suas dores nas pernas e procurar um médico o quanto antes. A princípio, recomendamos que busque um ortopedista, e caso seja necessário que consulte outra especialidade, você certamente será encaminhado para tal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here