Espinhas: Causas, sintomas, tratamentos, remédios, produtos, depois dos 30

0
81

Inimigas número 1 dos adolescentes e também de alguns adultos, as espinhas podem ter diferentes causas, como também diferentes tratamentos. Se você sofre com essas inflamações na pele, vai adorar o artigo que preparamos pra você, explicando mais sobre os sintomas, medicamentos, dicas de produtos, dentre outras informações.

espinhas

Causas das espinhas

Espinhas ou acne é quando folículos da pele ficam obstruídos por sebo e células mortas, a inflamação delas se dá quando ficam colonizadas por bactérias. Dentre as causas da acne, a mais comum ocorre na adolescência devido às alterações hormonais, que estimulam glândulas da pele e produzem mais óleo na pele, fazendo com que os poros acumulem substâncias e desenvolvam a inflamação.

Outras causas são uso de medicamentos, como corticóides ou andrógenos que alteram a textura da pele, como também comer muitos produtos lácteos e ricos em carboidratos, como pães, biscoitos e batatas fritas. E ao contrário do que se pensa, alimentos gordurosos e chocolate não causam espinhas.

Sintomas da acne

Normalmente, são inflamações doloridas, com ou sem pus, que aparecem no rosto, pescoço, peito, costas e ombros. Não apenas espinhas, cravos também podem surgir; em casos graves, podem evoluir para cistos e nódulos sob a pele, e também espinhas profundas que deixam cicatrizes. Não apenas físicos, os sintomas também se manifestam no emocional da pessoa, trazendo baixa autoestima e depressão.acne

Limpeza da pele para não ter espinhas

Sujeira na pele não é uma causa direta para espinhas, mas colabora para a produção de sebo, portanto uma limpeza diária especial é necessária, principalmente para evitar novos casos. Sendo assim, alguns cuidados são importantes:

  • Lave o rosto com sabonete hidratante no mínimo 2x por dia, de manhã e noite;
  • Use também um tônico facial para equilíbrio da pele;
  • Soluções com protetor solar, sem óleo, igual ou superior a 15 FPS para finalizar;
  • Procure também fazer esfoliação nas áreas afetadas cerca de 2x por semana, assim você elimina células mortas e estimula produção de novas.Limpeza da pele

Tratamentos para espinhas

Além do tratamento de rotina de limpeza diariamente, outros podem ser recomendados pelo seu dermatologista. Medicamentos tópicos para renovação celular, contra infecções bacterianas e que reduzam inflamação, como também medicamentos mais fortes via oral, como Azitromicina e Roacutan (vendidos exclusivamente com receita médica).

Tais medicamentos não devem ser consumidos durante gravidez. Dependendo de cada caso e histórico de saúde do paciente, o tratamento de espinhas e cicatrizes inclui cremes tópicos, com prescrição ou não, antibióticos, contraceptivos e até tratamentos estéticos como peelings, lasers e luz pulsada.

Remédios para espinhas

Existem dezenas de remédios propícios para tratar espinhas, atingindo nas glândulas sebáceas, não apenas de forma cosmética. São alguns: Adacne, Adapaleno, Azelan, Azitromicina, Clindamicina, Clindoxyl, Clocef, Clordox, Diane 35, Diclin, Differin, Doxiciclina, Drospirenona + Etinilestradiol, Gracial, Hipoderme, Hipoderme Ômega 45g, Hipoderme, Ômega 90g, Isotretinoina, Nebacetin e Roacutan. Vale ressaltar que somos contra automedicação e só vale a pena mesmo comprar algum remédio após indicação médica.

Produtos para espinhas

Usar bons produtos pode fazer uma grande diferença na sua rotina de cuidados com as espinhas, desde sabonetes, cremes, pomadas, tônicos de limpeza de pele, entre outros. Conheça a seguir alguns dos principais, mais vendidos e indicados por médicos para usos tópicos no dia a dia:

Sabonetes para espinhas:

Penetram na pele e limpam os poros profundamente; geralmente contém ácidos e enxofre que livram a pele de óleo, fazendo-a respirar melhor. São alguns: Pure Zone, Acnase, Acne Soap, Oil-Free Acne Wash, Clean and Clear Facial, Asepxia, Acne-AID, Actine e Dermax.

Para usar qualquer um destes, lave o rosto abundantemente, esfregue o sabonete em pedra nas mãos até fazer espuma ou aplique o líquido diretamente no rosto, espalhe em movimentos circulares, enxágue e enxugue com toalha macia (cerca de 2x por dia);

Cremes:

Suavizam a pele depois da limpeza, nutrindo e prevenindo novas acnes e possíveis manchas. São alguns: Acnase, Solugel, Benzac, Epiduo, Pure Zone L’oreal Paris, Clean and Clear, Shu Uemura e Menscience. Muitos deles fazem parte de kits, valendo a pena comprar tudo junto do que um produto específico.

Outros:

Vários outros produtos para espinhas e cicatrizes de acnes estão disponíveis no mercado, como esfoliantes, loções, tônicos, gel secativo, máscaras de peelings, como também hidratantes faciais e protetor solar, que também são de uso importante. Sobre indicação de qual usar, consulte um dermatologista.

Relação entre espinhas e anticoncepcional

Espinhas podem ser causadas por descontrole hormonal, que é justamente uma das funções positivas dos anticoncepcionais. Então sim, funciona tomar anticoncepcional para tratamento de espinhas e acne, e pode ser receitado para a garota por dermatologistas ou ginecologistas.anticoncepcional

Qual a melhor marca para isso depende da saúde da mulher e de outros exames, caso o médico solicite. Um método contraceptivo, que cuida da sua pele, evita gravidez indesejada e não engorda!

Espinhas depois dos 30 anos

A acne adulta pode ser bastante comum e estar relacionada a distúrbios hormonais. No caso das mulheres, por exemplo, ausência de ovulação, ovários policísticos ou síndrome metabólica (gordura abdominal). Também pode ser devido a alta oleosidade que certas pessoas têm em suas peles ou também por fatores de má alimentação, excesso de bebidas alcoólicas.

Se ainda ficou alguma dúvida sobre as espinhas, conte para nós nos comentários!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here