Óleo de rícino: Para que serve, benefícios, como usar, preço, bula

0
1215

Óleo de rícino, conhecido também por óleo de mamona ou castor oil, é o nome dado ao óleo extraído da planta de mamona. Por ser um óleo, ele não se mistura com a rícina, substância tóxica presente na mamona, portanto é inofensivo, seguro e quando usado da forma correta pode trazer benefícios muito bons à saúde e estética, desde o cabelo à pele. Quer saber mais? Continue na leitura!Óleo de rícino

Para que serve óleo de rícino

As propriedades do óleo de rícino servem para diferentes finalidades, desde fins industriais a medicinais e estéticos. Na indústria, ele pode ser usado na produção de lubrificantes naturais; durante a Primeira Guerra Mundial foi muito utilizado como lubrificante de aeronaves. Atualmente, também é utilizado na produção de tintas, corantes, vernizes, resinas, vedantes, sabões, shampoos, batons, também no tratamento e manutenção de materiais como o couro, entre outros.

Já para cuidados pessoais e estéticos, as principais substâncias que são o ácido ricinoleico, ácido oleico e ácido linoleico ajudam bastante nos tratamentos para cabelo e pele. Na saúde, ajuda quem tem problemas de constipação intestinal através do conhecido efeito laxante; também pode ser bom no tratamento de dores em articulações de quem sofre de artrite; além de ter efeito germicida e anti-oxidante sobre o sistema imunológico do corpo.

Benefícios do óleo de rícino

  • Efeito laxante natural: Em doses moderadas, pode ser indicado no tratamento de prisão de ventre, inclusive para crianças. O efeito é proporcional à quantidade de óleo usado, portanto o consumo deve ser regrado para evitar diarreias e descontrole do intestino. Ao contrário da maioria dos laxantes não naturais que atuam primeiro no cólon, o óleo de rícino inicia a atuação no intestino delgado; daí de 2 a 5 horas depois do consumo, o efeito laxativo pode ser observado.
  • Alívio de dores musculares: É um óleo quente que promove melhor circulação de fluidos no corpo, portanto é ótimo para dores temporárias como depois de exercícios físicos, basta aplicar e massagear sobre a área dolorida.
  • Alívio de dores nas juntas: As propriedades analgésicas e anti-inflamatórias do óleo ajudam a atuar sobre o sistema linfático, o que alivia e elimina o acúmulo de resíduos tóxios entre articulações, os quais causam dores e inflamações.
  • Ajuda no tratamento de infecções por fungos: Pode ser usado no tratamento de micose e pé de atleta, por exemplo, sendo bastante eficaz contra infecções fúngicas e também não causa efeitos colaterais como alguns medicamentos para essas finalidades.
  • Cuidados com os cabelos: Muitas pessoas recomendam óleo de rícino no couro cabeludo para promover um crescimento extra dos fios; como também prevenção e reparo de pontas duplas, além de mais força para um cabelo menos quebradiço; melhora a cor natural dos fios, deixando mais brilhante e retendo umidade natural. Também é indicado para tratamentos estéticos para crescimento de barba, sobrancelhas e cílios.
  • Cuidados com a pele: Extremamente indicado para tratamentos de pele seca, pois nutre bem a pele com ácidos graxos e deixa a área macia e viscosa com o tempo; é absorvido rapidamente pela pele, portanto não deixe aspecto oleoso; está presente em vários cosméticos e receitas caseiras de cuidados cotidianos com a pele.
  • Outros: Combate a insônia; pode tratar cólica em bebês; cura doenças de pele em animais; serve de conservante natural; lubrificante; alivia calos; hidrata os lábios; alivia coceiras; mantém unhas saudáveis; etc.

Óleo de rícino é bom para queda de cabelo?

O tratamento com óleo de rícino para cabelos quebradiços e que caem com frequência é excelente! Principalmente quando as causas dessa queda de cabelo forem desidratação e fraturas capilares. Quando a queda de cabelo é por conta de fatores hormonais, metabólicos ou genéticos, o óleo de rícino não traz benefício algum, apenas trata o cabelo de outras formas.Óleo de rícino beneficios

Como usar óleo de rícino?

Para o cabelo

Faça uma mistura: 1 colher de sopa de óleo de rícino + 2 colheres de sopa de máscara de hidratação propícia ao seu tipo de cabelo. Aplique sobre o couro cabeludo e também ao longo dos fios, fazendo uma massagem de alguns minutos para melhor penetração. Deixe a mistura agindo por 2 a 4 horas; para um bom tratamento, aplique a cada 15 dias.

Já no dia a dia, você pode usar o óleo de rícino também como finalizador sem enxágue, para ter efeito hidratante e selante. Nunca use o óleo em altas quantidades, pois pode causar efeito contrário ao esperado por obstruir os poros capilares e causar irritação no couro cabeludo.

Para as sobrancelhas

Aplicar óleo de rícino nas sobrancelhas pode ajudar muito no crescimento dos pelos da área, portanto é indicado para quem tem poucos pelinhos e falhas na região. Para usar, basta molhar um cotonete no óleo de rícino e aplicar sobre os desenhos das sobrancelhas antes de dormir; pela manhã, lave bem o rosto e retire o óleo; os resultados vão começar a surgir a partir de 20 dias de uso.

Para a barba

Aplicar óleo de rícino sobre a região da barba ajuda no crescimento de fios mais fortes e saudáveis, correção de falhas e também ajuda na formação de uma camada protetora em torno dos fios contra ações externas de sol, vento e entre outros. Para usar, higienize bem o rosto e aplique em seguida sobre a região da barba o óleo de rícino, massageando por alguns minutos. Faça esse procedimento três vezes por semana, em dias intercalados. Qualquer reação negativa na pele como coceira ou vermelhidão deverá banir o uso do óleo.

Para os cílios

Para incentivar o crescimento dos fios dos cílios, a ideia é reaproveitar algum aplicador de máscara de cílios que já tenha acabado. Daí você higieniza  bem a embalagem, deixando de molho com água quente e sabão neutro por um tempo, até ver que está bem limpo; coloca o óleo dentro da embalagem e aí sim facilitará a aplicação. Use no dia a dia, aplicando cerca de 2 vezes. Vale ressaltar que o produto não arde nos olhos.

Para a pele

Para usar na pele, o conselho é usar o óleo puro. Para facilitar a aplicação, misture em algum creme hidratante específico para seu tipo de pele. O ideal é uma colher de sopa do creme para cada 200 ml de óleo; sendo assim, deixa uma misturinha preparada para uso diário. Antes de aplicar numa região grande da pele, é importante fazer um teste numa pequena área para saber se tem alguma reação alérgica ou cutânea.

Preço do óleo de rícino

Você encontra em qualquer farmácia vendido como medicamento de efeito laxante ou loja de produtos e cosméticos para pele e cabelo; basta ter certeza de que o produto é com concentração de 100% de óleo de rícino. Os preços variam de acordo com a região, quantidade em ml e laboratório. Os preços variam de R$15 a R$30 reais.

Bula do óleo de rícino

Um dos mais famosos do mercado é o Laxol 100% de Óleo de Rícino. Seu uso deve ser moderado para evitar efeitos colaterais além do uso estético. Para saber mais sobre precauções e advertências do produto, consulte a bula AQUI.

Óleo de rícino: Para que serve, benefícios, como usar, preço, bula
Avalie este post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here