Osteomielite: O Que É, Causas e Fatores de Risco, Tipos, Sintomas e Tratamentos

0
170

Hoje falaremos sobre um tipo de infecção bastante séria que pode comprometer a saúde do indivíduo consideravelmente, caso não tratada corretamente: a osteomielite.

Osteomielite

O que é Osteomielite?

Osteomielite é um quadro inflamatório em um ou mais ossos do corpo, geralmente causado por alguma infecção bacteriana ou fúngica. Seus sintomas se manifestam a parte do inchaço na medula óssea (parte macia interna do osso), que causa pressão nos vasos sanguíneos do osso, fazendo com que as células não recebam sangue o suficiente e possam morrer.O que é Osteomielite

A inflamação, geralmente, atinge a medula óssea e tecidos ósseos adjacentes, e ela pode manter-se localizada ou espalhar pelo corrente sanguínea, podendo afetar outros ossos e até outros tecidos e sistemas do corpo. Em casos muito graves, a infecção pode se espalhar para os músculos e outros tecidos moles, o que ocorre na produção e acúmulo de pus na área, conhecido também como abscesso.

Causas e fatores de risco da Osteomielite

Como dissemos anteriormente, na maioria das vezes esse tipo de infecção óssea é causado por bactérias ou fungos. Uma das bactérias que são mais facilmente diagnosticadas é a Staphylococcus aureus; outras bactérias que podem desenvolver feridas na pele que penetram em encontro ao osso ou lesões traumáticas causadas por acidentes ou perfurações de objetos contaminados no osso, por exemplo, também podem ser causas para a osteomielite.

Também é possível ocorrer a infecção dos ossos em caso de infecções musculares, em que elas se alastrem para os ossos; E também se a bactéria de alguma outra infecção, até mesmo externa, for transportada para o osso através da circulação sanguínea também pode acontecer. Há também relatos de circulação sanguínea enfraquecida por conta da diabetes que provoca infecções e atingem os ossos.

Também há o risco de infecção quando a pessoa passa por alguma cirurgia ortopédica, principalmente quando insere algum tipo de metal ligado ao osso, pois o corpo pode reagir de forma negativa ou até mesmo o metal estar contaminado; infecção logo após a cirurgia também podem existir caso bactérias na superfície da pele entrem na corrente sanguínea do paciente. Outras condições que afetem o sistema imunológico também criam risco de infecção óssea, como quimioterapia, transplante de órgãos e uso de drogas ilícitas.

Tipos de Osteomielite

Existem três tipos de osteomielite:

  • Osteomielite aguda: É uma infecção na fase inicial que está se desenvolvendo cerca de 1 ou 2 semanas depois de alguma lesão, infecção em outro local ou início de outro tipo de doença;
  • Osteomielite sub-aguda: É a infecção que se desenvolve dentro de 1 ou 2 meses de uma lesão, infecção em outro local ou início de outro tipo de doença;
  • Osteomielite crônica: É a infecção que se desenvolve pelo menos 2 meses depois de uma lesão, infecção em outro local ou início de outro tipo de doença;

Sintomas da Osteomielite

Dentre os principais sintomas relatados da osteomielite estão febre, calafrios, irritabilidade ou letargia (principalmente em crianças pequenas), além de dores, inchaços, calores e rubor nas áreas da infecção. Como são sintomas relativamente “similares” aos de outras doenças, para confirmar o diagnóstico, o médico deverá pedir exames e assim indicar a melhor forma de tratamento.

Exames e tratamentos para Osteomielite

Os médicos indicados para quem sente estes sintomas são Infectologista, Ortopedista, da área de Imunologia ou Pediatra, para as crianças; é importante que, para o médico, o paciente relate todos os sintomas que vem sentindo e há quanto tempo também, o nível de intensidade, sintomas que pioraram ou surgiram, se fez alguma cirurgia recentemente, se fraturou algum osso, se faz algum outro tratamento médico, e assim vai.

A partir desta conversa, o doutor pode solicitar diferentes tipos de exames, como exame de sangue (indicam infecção), exames de imagem (raio-x, tomografia ou ressonância que podem revelar detalhes importantes da estrutura óssea e até dar sinais da infecção), biópsia do osso (amostra do osso e análise em laboratório), entre outros que forem necessários para o caso do indivíduo.

A partir da certeza do diagnóstico, a fim de tratar a infecção, o médico inicia um tratamento à base de antibióticos; dependendo do nível da infecção, pode ser necessária cirurgia para remoção do tecido ósseo afetado, como também remoção de placas de metal se forem o motivo.

Tratar o quanto antes a osteomielite pode evitar inúmeras complicações na sua saúde, como osteocrenose (que leva à morte do osso, com total ausência de circulação interna), artrite séptica, crescimento ósseo prejudicado (em crianças nas placas ósseas de crescimento) ou até câncer de pele.

Vale ressaltar a importância de consultar o médico antes de qualquer medicação, portanto não compre remédios por conta própria ou ignore seus sintomas. O quanto antes você buscar um tratamento ideal, mais rápido você se cuida e evita casos extremos de cirurgia ou até amputação. Cuide-se!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here