Pancreatite: Sintomas, Tramamento, Fatores de Risco, Dieta

0
95

A Pancreatite, como o próprio nome já diz é uma doença que acontece no pâncreas, porém caso ela não seja tratada da maneira correta, pode ocasionar grandes danos à saúde. Então se você quer saber mais sobre, seu tratamento e principalmente como evitar que ela ocorra, continue lendo nosso artigo que vamos explicar tudo para você!

Pancreatite

O que é pancreatite

O pâncreas é uma glândula do nosso corpo que fica localizada logo atrás do estômago e tem como uma das funções principais a de fazer a digestão de gorduras e carboidratos que consumidos diariamente. A Pancreatite é quando essa glândula inflama e então começa a dor e a não fazer a sua função da maneira correta.

Outra função do pâncreas, que pode ser prejudicada com essa doença é a produção dos hormônios insulina e Glucagon. E quando a insulina está prejudicada no organismo ela não consegue controlar as taxas de açúcar no sangue, isso pode levar a ter outras doenças, como a diabetes.

Sintomas da Pancreatite

Existem dois tipos de Pancreatite, a Aguda, que aparece de uma hora para outra e pode ser curada em poucos dias por meio de medicação e tratamento correto e a Pancreatite crônica, que não tem cura, mas pode ser medicada a fim de minimizar os sintomas e não provocar problemas ao organismo e nem prejudicar as funções desempenhadas pelo pâncreas.

Os principais sintomas da Pancreatite aguda são:

  • Dores no abdômen, principalmente acima dele e que geralmente aparecem após as refeições.
  • Vômitos, enjoos e náuseas.
  • inchaço da barriga e maior sensibilidade na área
  • Febre alta
  • Batimentos cardíacos acelerados.

Quando você apresentar qualquer um desses sintomas por dias seguidos procure um médico o mais breve possível, pois a doença pode se agravar e até mesmo gerar uma hemorragia e problemas nos rins, pulmões e no coração.homem com Pancreatite

Já os principais sintomas da Pancreatite Crônica são:

  • Náuseas, enjoo e vômito
  • Emagrecimento sem intenção e sem causa aparente
  • diarreias
  • Fezes com gordura.

Esses sintomas acontecem, pois o organismo não está conseguindo fazer a digestão correta dos alimentos. Por isso se você os apresentar procure um médico para poder iniciar o tratamento.

Tratamento da Pancreatite

O Tratamento da Pancreatite deve ser feito com acompanhamento médico, pois ele consiste no uso de antibióticos e outros medicamentos para poder acabar com os sintomas. Além disso, é preciso, pelo menos nas primeiras semanas ter uma dieta específica para essa doenças, para que o organismo consiga digerir corretamente os alimentos e também para que seja possível que o pâncreas desinche.

Pessoas que possuem a Pancreatite do tipo crônica devem ter acompanhamento nutricional para poderem fazer uma dieta de acordo com a sua condição para assim evitar que ocorra crises em que o pâncreas fique muito inchado e dolorido.

Dieta para Pancreatite

Para que o tratamento para a pancreatite tenha os resultados esperados é preciso que se tenha também uma alimentação correta, pois isso influencia diretamente no resultado do tratamento.

Alguns alimentos como os gordurosos e as bebidas alcoólicas estão completamente proibidos durante o tratamento e principalmente nas primeiras semanas após a crise.

Alimentos como ovos, leite, queijos, grãos, carne magra, peixe, frango, geléias, gelatinas, biscoitos integrais e outros sem gordura estão liberados.

Já alimentos como chocolate, carnes gordurosas, bebidas alcoólicas, produtos congelados, frituras e embutidos, estão completamente proibidos da dieta.

Fatores de risco para o surgimento da Pancreatite:

Existem algumas pessoas que estão mais propensas a terem essa infecção, pois estão com hábitos que comprometem essa glândula. Os principais fatores de risco são:

  • Pessoas com problemas de alcoolismo
  • após cirurgias no abdômen
  • Problema na bile
  • Fumar
  • Fibrose cística
  • Histórico familiar com a doença
  • Infecções
  • Lesões no abdômen

Para que ocorra sucesso no tratamento da Pancreatite é necessário que ao sinal de qualquer um dos sintomas da doença e quando ocorrer dores no abdômem um médico seja consultado imediatamente, pois apenas ele conseguirá ter um diagnóstico preciso, mesmo que a partir de exames específicos.

Se você descobrir o problema logo no começo é mais fácil de começar o tratamento e dessa forma, em alguns casos nem é preciso ocorrer a internação. Por isso a importância de estar com a suas consultas sempre em dia.

Se você ainda tem dúvidas sobre essa doença ou sobre o seu tratamento, nos deixe um comentário falando!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here