Sintomas da Menopausa: Conheça Cada Sintoma e Como Tratar

0
92

Uma das fases mais importantes e difíceis da vida de uma mulher é a menopausa. Importante porque se trata de uma mudança no organismo de adaptação hormonal, e difícil exatamente pela mesma razão, pois essa alteração hormonal acarreta em muitos sintomas, e os sintomas da menopausa podem ser bem difíceis de lidar no dia a dia.

Sintomas da Menopausa

O que é a menopausa?

Primeiramente, vamos entender o que é menopausa e quando ela começa na mulher. Antes da menopausa, a mulher passa por uma fase chamada climatério, na qual ocorre a transição de fase reprodutiva para a não reprodutiva, em que, de forma gradativa, o corpo vai reduzindo as produções de estrogênio e progesterona até parar. E, somente após 1 ano sem menstruação ou nenhum escape, a menopausa pode ser confirmada no organismo da mulher. Desde então, ela não menstrua nem ovula mais.

Normalmente, surge entre os 45 e 55 anos, sendo considerada precoce antes dos 40 e tardia depois dos 55. É uma mudança hormonal que depende várias circunstâncias para iniciar, como estilo de vida, alimentação e genética.  

Principais sintomas da menopausa

Essa queda gradativa dos hormônios traz diferentes alterações e transformações no organismo que podem afetar a saúde e bem-estar, variando em diferentes sintomas e intensidades de mulher pra mulher. Dentre os principais diagnosticados entre as mulheres são:

  • Alterações na menstruação: Ausência de menstruação, menstruação anormal ou menstruação irregular, incluindo quantidade e consistência do sangue;
  • Alterações físicas e sensoriais como: Fadiga (disposição), osteoporose (perda de massa óssea), suor noturno, ondas de calor, frio ou suor em excesso:
  • Dores locais ou circunstanciais: É comum as mulheres acusarem dores nas articulações, trato urinário ou vagina; também outros incômodos, como dores durante a relação sexual, como também desejo reduzido ou disfunção sexual;
  • Alterações no sono: Acordar cedo demais, dificuldade para dormir ou até insônia constante;
  • Alterações na região genital: Desconforto, coceira, secura ou sensibilidade vaginal;
  • Alterações no trato urinário: Sensações de desconforto na bexiga ou vontade constante de urinar (também pode estar ligado à ansiedade);
  • Alterações no peso: É comum o ganho de peso; a distribuição de gordura pelo corpo também pode ser sofrer mudanças; tais alterações também podem colaborar para aumento de risco a doenças cardiovasculares e problemas emocionais por conta de aceitação de um novo corpo;
  • Alterações na pele: A textura pode mudar, como também ganhar oleosidade ou secura;
  • Alterações nos cabelos e unhas: Pode ser que ocorra queda de cabelo, ressecamento e até enfraquecimento das unhas;
  • Alterações emocionais: É comum mudanças de humor, muita ansiedade, tendência a depressão, nervosismo, irritações; uma atenção especial pode ser necessária à baixa autoestima nesse estágio cheio de desafios e mudanças;
  • Alterações na cognição: Não é tão comum, mas também é possível que haja esquecimento ou falta de concentração, principalmente devido ao emocional abalado.

Quanto aos sintomas de uma menopausa precoce, são basicamente os mesmos de uma menopausa natural, a única diferença é que começam antes. Pode causar infertilidade e, no geral, apenas 5 a 10% das mulheres que entraram na menopausa precoce conseguem engravidar antes da infertilidade.

Como tratar os sintomas da menopausa?

Existem várias formas de tratamento que objetivam amenizar os sintomas, indo desde tratamentos naturais com ajustes em alimentação até tratamentos hormonais. São eles:

  • Terapia de reposição hormonal: São administradas doses dos hormônios progesterona e estrogênio com o objetivo de balancear os níveis no organismo e tratar os sintomas com mais facilidade.
  • Medicamentos hormonais com foco nos processos corporais: Regularizam as atividades dos órgãos e sistemas afetados pela menopausa;
  • Suplementos alimentares: São medicamentos controlados que atuam de forma isolada colaborando com outros tratamentos a fim de melhorar a saúde.
  • Alimentação: Alimentos do dia a dia que podem melhorar os sintomas da menopausa, como óleo de semente de linhaça, óleo de prímula, cravo-da-índia, vinagre de maçã, magnésio e vitamina D, por exemplo, os quais muitas mulheres costumam elogiar ao buscarem controle aos sintomas de suas menopausas, principalmente quanto aos calores.
  • Hábitos saudáveis: Pratique exercícios físicos regularmente e mantenha sempre sua mente relaxada, fazendo o que gosta e de bem com a vida.

Conclusão

Lembre-se de que todas essas dicas de tratamento e remédios caseiros visam alívios temporários no dia a dia da mulher. Sendo assim, se deseja fazer algum tratamento de reposição ou suplementação hormonal não natural, consulte seu médico, apenas ele poderá lhe indicar o ideal. Antes de qualquer indicação, atualize seus exames e evite quaisquer complicações anormais durante a sua menopausa. No mais, tenha paciência e cuide-se!  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here